home_4_15.jpg

Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e Paulo Freire apresentam:

icon_yt_live.png
icon_fb_live.png

O  Show

Viola, Rosa e Sertão é uma série de seis shows on-line do violeiro Paulo Freire que compartilha com o público suas composições, causos e os toques que aprendeu com seu grande mestre Manelim (Manoel de Oliveira). 

 

O pano de fundo deste show é o Sertão do Urucuia - inspiração de João Guimarães Rosa em “Grande Sertão: Veredas”, que por sua vez inspirou Paulo Freire a viver neste Brasil profundo por dois anos. Um encontro entre a literatura, a música, a tradição oral e a cultura popular. 

 

Viola, Rosa e Sertão reserva também um momento de interação ao vivo com o público.

 

Para cada dia de apresentação há um tema diferente para uma boa prosa com Paulo Freire

 

É só escolher as datas e inscrever-se para garantir sua participação!

 
 

PROGRAMAÇÃO

13/04

O diabo na rua, no meio do redemoinho – a presença do diabo no mundo da viola e no sertão de Guimarães Rosa.

15/04

Mestres do Sertão – mestres violeiros, seus ensinamentos, aprendizado de viola no vale do Urucuia.

20/04

Preparação para a viagem – os encontros com Roberto Freire, Ariano Suassuna, Maureen Bissiliat, Antônio Madureira. Itinerário até chegar no sertão.

22/04

Ética nas pesquisas de campo – como retribuir ao sertanejo todos os ensinamentos, em formas de discos, filmagens, acompanhamento de suas obras, créditos e pagamentos.

27/04

A influência dos escritores - Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, Mário de Andrade e Paulo Freire na viagem de descobertas pelo Brasil profundo.

29/04

Rosa, Viola e Sertão nos dias de hoje - como o mundo contemporâneo está agindo no sertão e em suas manifestações culturais.

INSCRIÇÕES

Inscreva-se e garanta sua vaga!
Selecione as datas que deseja participar:

Autorizo sem ônus (gratuitamente) ao projeto “Viola, Rosa e Sertão” (proponente Vai Ouvindo Produções Musicais e Artísticas LTDA ME) a fazer uso de minha imagem, voz e nome, captados para realização das obras audiovisuais e fotográficas referentes às ações do projeto, licenciando ainda os correspondentes direitos conexos relativos a essa participação, para livre utilização das mencionadas obras audiovisuais e fotográficas no Brasil e em todo o mundo, sem limite de exibições ou de tempo, em cinema, televisão, DVD, Internet, livro e quaisquer outras modalidades de reprodução, exibição e transmissão audiovisual.

 
 

PAULO

FREIRE

Paulo Freire é violeiro, compositor, escritor e tem atuado como contador de histórias em diversos festivais nacionais e internacionais. Começou a tocar violão aos 14 anos por influência do irmão, o músico Tuco Freire. Depois de ler o livro "Grande Sertão: Veredas", de João Guimarães Rosa, decidiu abandonar a faculdade de Jornalismo e ir embora para o sertão do Urucuia, em 1977. Foi quando aprendeu a tocar viola vivendo e convivendo diariamente com Mestre Manelim (Manoel de Oliveira).

 

Paulo Freire tem 10 discos solos lançados: Porva (2015), Violinha Contadeira (2015), Alto Grande (2016), Nuá (2009), Redemoinho (2007), Vai Ouvindo (2003), Brincadeira de Viola (2003), Esbrangente (2003), São Gonçalo (1997) e Rio Abaixo Viola Brasileira(1995), pelo qual recebeu o Prêmio Sharp de revelação instrumental.

 

Em 2017 realizou a curadoria da “Ocupação Inezita Barroso”, uma grande exposição organizada pelo Itaú Cultural, em São Paulo. Em 2018, gravou o álbum Viola Perfumosa, um tributo à Inezita Barroso em parceria com Ceumar e Lui Coimbra lançado pelo Selo Circus. Compôs trilhas sonoras para séries de TV, entre elas Grande Sertão: Veredas (1985), para o programa Globo Rural e o filme Deus é Brasileiro, de Cacá Diegues. É autor de sete livros publicados e o romance SELVA a ser lançado em 2021 pela editora Vai Ouvindo.

© 2021 orgulhosamente por Creative Cube.